Estagiários e convidados do Curso de Altos Estudos em Defesa (CAED), da Escola Superior de Guerra (ESG), tiveram uma manhã de terça-feira (1º) especial. A ESG, campus Brasília, recebeu o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, para palestrar sobre o tema: “Brasil: Desafios para a segurança e a defesa”. A apresentação de Silva e Luna destacou experiências vividas pela defesa no contexto atual e a prospecção sobre o tema. O evento contou ainda com a presença do comandante da Escola Superior de Guerra (ESG), general Décio Luís Schons. A ESG tem sede no Rio de Janeiro. O diretor do campus Brasília da ESG, general Wilson Mendes Lauria, também prestigiou a apresentação.

A partir de uma visão macro, Silva e Luna contextualizou a situação da defesa e da segurança na atualidade, apresentando a posição do Brasil no mundo globalizado. Ocasião em que ressaltou a necessidade de “ficarmos atentos às percepções que as nossas ações transmitem” e sintetizou dizendo: “contra argumentos não há ação. ”

Distinguindo o Brasil como um continente, destacou que vários outros países caberiam dentro do nosso território, que, por si só, possui diferenças regionais que demandam a necessidade de termos Forças Armadas ajustadas à estatura político-estratégica do país. Descreveu ainda as nuances do nosso entorno estratégico e a evolução do panorama político da América do Sul.

No tocante ao relacionamento do Ministério da Defesa com o mundo, falou da necessidade de investimentos na Base de Indústria de Defesa (BID) e nos Produtos de Defesa (PRODE), na “diplomacia militar” e no diálogo entre o MD e o Ministério das Relações Exteriores (MRE). E destacou que o desafio mundial está na expansão do espaço, nos veículos não tripulados, e nos combatentes equipados com tecnologia avançada.

Encerrou a sua apresentação enaltecendo o exercício da profissão militar, lembrando que a carreira demanda dedicação exclusiva e disponibilidade permanente.

O CAED tem duração de 38 semanas e tem como objetivo desenvolver competências no campo da defesa nacional para a formulação de políticas e estratégias para o desenvolvimento e aplicação do Poder Nacional.

O curso abrange as áreas de Ciências Humanas, Ciências Sociais e Aplicadas, Ciência Política e Defesa Nacional, que se traduzem nas disciplinas de Humanidades; evolução Política do Brasil, Relações Internacionais, Geopolítica, Defesa Nacional, Pensamento Estratégico; Metodologia do Trabalho Científico, e Temas Transversais.

Ao final do curso, o participante estará apto a realizar a macro análise da conjuntura e dos cenários, no Brasil e no mundo; e desempenhar funções de chefia ou de assessoramento direto na alta gerência executiva para gestão e formulação de políticas e estratégias, em especial nas áreas de defesa, de segurança e de desenvolvimento .

Fuente: defesa.gov.br