Um Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB) decola hoje (31) de Curitiba (PR) com destino a Trujillo, situado ao norte do Peru. O avião transporta 75 barracas doadas pelo governo brasileiro à população daquele país, que foi desabrigada em função das enchentes que assolaram aquela região.

Com isso, a ajuda humanitária do Brasil se amplia. Desde o dia 21 de março, outro avião C-130 fora enviado para aquele país com o objetivo de atuar na retirada de moradores das áreas de risco, bem como transportar gêneros alimentícios, medicamentos e equipamentos. A expectativa é que a missão seja concluída no dia 7 de abril.

O Peru foi castigado com fortes chuvas na primeira quinzena de março. A região norte foi bastante atingida em função do transbordamento de rios e deslizamentos de encostas que, como consequência, desabrigaram mais de 72 mil pessoas e resultaram na morte de pelo menos 70 peruanos.

Ajuda do Brasil

Em função das dificuldades, o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, pediu ajuda ao presidente Michel Temer. De imediato, o presidente brasileiro determinou que o Ministério da Defesa preparasse a logística de apoio às vítimas das enchentes no país vizinho. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, explicou que, assim como atuou no Chile, para o combate a um grande incêndio, a FAB mobilizou militares e o C-130 para o Peru.

“Tão logo fomos acionados pelo presidente Temer, iniciamos o planejamento desta missão que vai durar mais uma semana. Estamos participando desta ação humanitária juntamente com outros países sul-americanos, como Argentina, Chile e Colômbia”, contou o ministro Jungmann.

De acordo com o balanço divulgado hoje (31), a aeronave realizou 62 horas de voo no transporte de 1.045 pessoas e 171.600 toneladas de gêneros. A equipe brasileira conta com 16 militares da FAB.

Fuente: defesa.gov.br