Na tarde desta quinta-feira, os ministros da Defesa, Raul Jungmann; da Justiça e Segurança, Torquato Jardim; do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sérgio Etchegoyen; e o governador Fernando Pezão, estiveram reunidos no Palácio do Planalto para discutir o prosseguimento das ações de segurança no estado do Rio de Janeiro e as medidas de acompanhamento que serão implementadas em 2018.

Para o ministro Raul Jungmann a reunião visa aperfeiçoar a parceria criada em 2017, dentro do Plano Nacional de Segurança Pública, que reforçará mutuamente os órgãos envolvidos no trabalho, para atingir objetivos administrativos e institucionais estabelecidos.

“Nós fizemos aqui um balanço do Plano Rio de Segurança 2017 e traçamos metas, traçamos compromissos, estabelecemos exatamente como vamos trabalhar e melhorar o nosso desempenho em 2018”, ressaltou o ministro da Defesa.

Além do balanço feito entre os órgãos, foi decidido que haverá um sistema de acompanhamento e monitoramento dos compromissos e metas estabelecidos. “Vamos estabelecer um conjunto de indicadores para que tanto nós como a sociedade possamos acompanhar o que está acontecendo”, explicou Jungmann ao final da reunião.

Para o acompanhamento proposto haverá reuniões periódicas, no nível mais alto e nos demais níveis e, em 30 dias, será entregue um plano integrado de segurança para o Rio de Janeiro 2018, com a participação de todas as Forças Estaduais e Federais.

A próxima reunião está marcada para o dia 12 de janeiro, no Rio de Janeiro, no Palácio da Guanabara.

Fuente: defesa.gov.br